Empresa chinesa quer dar aos animais de estimação clonados as ‘memórias’ do original

Empresa chinesa quer dar aos animais de estimação clonados as 'memórias' do original

O Garlic é uma fofa bola de pelo felina com um nariz rosado e pequenas orelhas cinzentas – exatamente como o gato de quem ele foi clonado.

O humano do Garlic, Huang Yu, ao Global Times:

Meu gato morreu de doença do trato urinário.

Eu decidi clonar ele, porque ele era tão especial e inesquecível.

Mas enquanto Garlic é biologicamente idêntico ao seu antecessor, ele não é o mesmo gato – ele tem sua própria personalidade e está formando suas próprias memórias.

No entanto, agora que a Sinogene Biotechnology Company da China revelou o primeiro gato clonado do país, ela diz que o próximo nível será usar inteligência artificial para transferir memórias de um animal de estimação amado para o seu clone.

Segundo o Global Times, um jornal dirigido pelo partido comunista chinês, o gerente geral da Sinogene disse aos participantes numa conferência de imprensa este mês:

Para fazer o animal clonado compartilhar as mesmas memórias com o original, a empresa está considerando o uso de inteligência artificial ou tecnologia de interface homem-máquina para armazenr ou até mesmo passar as memórias para animais clonados.

Embora não seja possível dizer se isso é tecnologicamente possível, o fato de Sinogene estar considerando isso pode ser tomado como um sinal de que há uma demanda por animais de estimação idênticos – em corpo e espírito – a seus predecessores. E isso é perturbador em vários níveis.

A clonagem de animais de estimação já é controversa – os cientistas afirmaram que os animais clonados não são tão saudáveis, com vida mais curta do que os animais nascidos naturalmente, enquanto alguns ativistas argumentam que clonar animais é antiético, dado o número de abrigos que precisam de lares.

Ainda assim, isso não impediu que Barbra Streisand, Simon Cowell e um número incontável de não-celebridades gastassem milhares de dólares para que seus queridos animais de estimação parecessem trazidos à vida.

Enquanto isso, o Garlic tem pouco mais de um mês de idade, e a Sinogene diz que já tem “vários” donos de animais prontos para pagar cerca de 250 mil yuans (US$ 35.400) para ter seus próprios gatos clonados.

E se a empresa também conseguir descobrir como clonar memórias de animais de estimação, não há como saber quantos animais serão desperdiçados em abrigos, enquanto os donos de animais se voltam para a ciência para ajudar a preencher os buracos em forma de gato em seus corações, com duplicatas de animais potencialmente não saudáveis.

(Fonte)

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

  Subscribe  
Notify of