Australiano é cobrado US$ 68.000 por uma cerveja na Grã-Bretanha

Australiano é cobrado US$ 68.000 por uma cerveja na Grã-Bretanha

Um jornalista australiano de críquete (esporte) na Grã-Bretanha afirma ter bebido “a cerveja mais cara da história” depois de ser cobrado o equivalente a US$ 68.000 (Aprox. R$ 274.000 no câmbio de hoje) pela bebida alcoólica.

Peter Lalor, principal escritor de críquete do jornal australiano, disse que parou para tomar uma bebida num bar em Manchester, no noroeste da Inglaterra, no domingo (1). Retransmitindo a história em sua conta no Twitter, Lalor disse que não estava usando seus óculos, por isso não verificou a conta da garrafa de IPA Deuchars que encomendou antes de entregar seu cartão bancário.

O choque ocorreu algumas horas depois quando a esposa de Lalor, em casa na Austrália, o alertou para o fato de que o equivalente a US$ 68.000 havia sido sacado de sua conta conjunta. Além disso, ele pagou mais US$ 2.500 como taxa de transação.

 Algumas investigações revelaram que, em vez de entrar com 5,50 libras (6,78 dólares), a equipe do bar cobrava 55 mil libras por uma única cerveja.

O operador do bar, no Malmaison Hotel, não estava disponível imediatamente para comentar, mas uma porta-voz disse ao jornal The Guardian que estava investigando.

Lalor disse que os fundos foram drenados de sua conta de compensação de hipotecas e ele ficou surpreso por não ter recebido nenhuma notificação de seu banco, cujo nome ele não mencionou.

A taxa da transação já foi reembolsada, mas Lalor terá um “buraco enorme” em suas finanças pelos nove dias úteis que levará a quantia maior a ser devolvida.

Quanto à qualidade da cerveja em si, que ganhou vários prêmios, Lalor era ambivalente:

Foi boa, mas não tão boa.

(Fonte)

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta