Chifre é removido da cabeça de fazendeiro na Índia

Cirurgiões na Índia removeram um ‘chifre de diabo’ da cabeça de um fazendeiro – e não sei quanto a você, mas isso é de dar arrepios.

Shyam Lal Yadav, da vila de Rahli em Madhya Pradesh, disse que o nódulo assustador começou a surgir há cerca de cinco anos, depois que ele bateu a cabeça.

O chifre do Sr. Yadav começou a crescer há cinco anos. Crédito: SWNS

Inicialmente, ele conseguiu que o barbeiro o cortasse, mas começou a ficar difícil e continuou a crescer, levando homem de 74 anos a procurar assistência médica.

Neurocirurgiões do Hospital Bhagyoday Tirth, na cidade de Sagar, confirmaram que se tratava de um chifre sebáceo – ou “chifre do diabo”, que às vezes é bastante severo, mas bem conhecido.

O chifre é composto de queratina, encontrada em unhas e cabelos, e a causa não é bem compreendida, embora tenha sido associada à exposição à radiação ou à luz solar.

Depois de realizar uma tomografia computadorizada, os médicos determinaram que o melhor curso de ação seria cortá-lo com uma navalha.

O cirurgião Vishal Gajbhiye disse:

Cerca de cinco anos atrás, o paciente machucou a cabeça e após um caroço começou a crescer. Inicialmente, ele o ignorou, pois não causava nenhum desconforto. Além disso, ele pedia ao seu barbeiro local cortar o crescimento.

Mas, quando o caroço endureceu e começou a crescer ainda mais, ele foi ao hospital em Sagar.

Em termos médicos, esse tipo de crescimento raro é chamado chifre sebáceo (chifre de diabo). Como o chifre é composto de queratina, o mesmo material encontrado nas unhas, ele geralmente pode ser removido com uma navalha estéril.

Mas a remoção do chifre não foi o fim do problema para Yadav.

O Dr. Gajbhiye disse:

A condição subjacente ainda precisará ser tratada.

Os chifres sebáceos são lesões predominantemente benignas, porém a possibilidade de potencial maligno deve ser sempre lembrada. Os tratamentos variam, mas podem incluir cirurgia, radioterapia e quimioterapia.

Imediatamente após sua remoção, a pele foi enxertada na ferida que agora está completamente cicatrizada.

Yadav passou 10 dias no hospital depois de ter seu chifre removido e uma biópsia do crescimento o confirmou como inofensivo.

Parece que o Sr. Yadav saiu disso relativamente ileso…

De qualquer forma, se você está com medo que um pouco da luz do Sol possa transformá-lo em um unicórnio, considere que esses chifres são muito raros, e por isso o caso do Sr. Yadav foi submetido ao International Journal of Surgery.

(Fonte)

Deixe uma resposta