O gibi feito a partir das cinzas do escritor

O gibi feito a partir das cinzas do escritor

A viúva misturou as cinzas do marido na tinta de seu gibi mais famoso.

Quer sejam urnas de manto, fotos ou até coroas feitas de cabelo humano, as famílias geralmente procuram manter lembranças em memória dos entes queridos que já partiram. Para o escritor e editor de quadrinhos Mark Gruenwald, sua esposa não conseguia pensar em um lugar de descanso final melhor do que nas páginas dos gibis que ele escreveu.

Mark Gruenwald foi contratado pela Marvel Comics em 1978 e ficou lá até sua morte. Durante seu tempo por lá, ele trabalhou em uma variedade de gibis antes de se tornar seu editor executivo por boa parte dos anos 80. Ele escreveu livros, editou o trabalho de outras pessoas e até mesmo participou como um desenhista por vezes.

Como guardião da continuidade e líder de equipes criativas, Gruenwald tinha um talento especial para lembrar todas as minúcias sobre a Marvel Comics. A editora até abriu um desafio para os leitores derrotarem Gruenwald, mas teve que interrompê-lo quando ficou claro que ninguém poderia vencê-lo.

Enquanto Gruenwald conhecia todos os detalhes das equipes e personagens estabelecidos da Marvel, ele é mais reconhecido por seu trabalho em uma nova equipe de heróis conhecida como o Esquadrão Supremo. Os personagens do Esquadrão já existiam, mas Gruenwald decidiu se concentrar em um novo conjunto de heróis em uma realidade alternativa. Esses heróis se uniram para construir uma utopia em seu planeta – um plano que acabaria dando errado.

O Esquadrão Supremo recebeu uma minissérie de 12 edições e é considerado um precursor de parábolas de super-heróis desconstrucionistas altamente populares como Watchmen, Kingdom Come e The Boys. Esses livros analisam o funcionamento interno dos super-heróis em cenários do ‘mundo real’, onde a corrupção e as consequências são o foco.

Infelizmente, Gruenwald morreu de insuficiência cardíaca em 1996. Um conhecido brincalhão, muitos acreditavam que a notícia de sua morte era uma brincadeira – ele estava circulando na sala dos roteiristas apenas um mês antes.

Gruenwald há muito disse à esposa que queria que suas cinzas fizessem parte de seu trabalho. Quando o Esquadrão Supremo foi coletado em um gibi no formato brochura, suas cinzas foram misturadas na tinta.

(Fonte)

Talvez o seguinte artigo também lhe interesse. Não é um super-herói, mas parece ser o homem borracha:

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

  Subscribe  
Notify of