Família leva o cadáver de ente querido à seguradora para provar sua morte

A família de um homem falecido recentemente apresentou seu cadáver a uma empresa seguradora depois que sua reivindicação sobre uma apólice de funeral foi rejeitada.

Família leva o cadáver de ente querido à seguradora para provar sua morte

Imagens compartilhadas no Twitter mostraram duas mulheres carregando uma sacola azul nos escritórios da Old Mutual, a mais antiga companhia de seguros da África do Sul.

Os parentes enlutados decidiram levar provas para a companhia de seguro, depois que a empresa se recusouo a pagar após a morte de Sifiso Mtshali. Embora as mulheres tivessem papelada para a reivindicação de seguro de vida do homem, sua identificação e sua certidão de óbito, elas sentiram que tinham que percorrer um quilômetro extra e levar seu corpo morto também.

[EXPONHA OLD MUTUAL] A família leva o membro da família morto depois que a @OldMutualSA se recusou a pagar o benefício da apólice. A arrogância da Old Mutual está fedendo agora. Que pena! Que a alma do pobre descanse em paz. Retweet Por favor.

A filmagem foi feita nos escritórios da Old Mutual em KwaDukuza, África do Sul e os funcionários podem ser vistos em choque, enquanto os dois membros da família marcham com a sacola pelo prédio.

A dupla exigiu um pagamento da empresa de seguros e disse aos funcionários que não iriam embora até que a Old Mutual pagasse integralmente o pedido de morte.

Parece que as táticas extremas das mulheres funcionáram porque sua chegada levou a discussões apressadas entre a gerência da Old Mutual, bem como telefonemas para a sede, após o que a empresa concordou em honrar a reivindicação de seguro – desde que as mulheres removessem o cadáver.

As duas mulheres concordaram com os termos e o vídeo mostra-as retirando o corpo do edifício e levando-o na parte de trás de uma minivan.

Ntombenhle Mhlongo, uma das mulheres do vídeo, disse ao News24 que a família estava lutando para processar o pedido por nove dias depois que Mtshali faleceu em 7 de novembro…

Embora as mulheres tenham conseguido obter o dinheiro do seguro, um porta-voz da Associação Nacional de Médicos Funerários da África do Sul disse que o assunto está longe de terminar, informa a iAfrica.

O porta-voz Muzi Hlengwa disse:

Quando o corpo foi levado do necrotério para a Old Mutual, foi fruto de raiva; portanto, os rituais que deveriam ser feitos para mover o corpo de um lugar para outro não foram realizados. A alma desse homem ainda é deixada na Old Mutual, de modo que eles terão que cobrir os custos de realizar esses rituais.

Acredita-se que as mulheres devolveram o corpo de seu parente ao necrotério depois que seus negócios com a empresa de seguros foram concluídos.

(Fonte)

Quando achamos que já vimos de tudo neste planeta absurdo, novas coisas surgem e nos surpreendem. Neste caso devemos concordar que os “humanos absurdos” foram os funcionários da seguradora, não honrando de imediato a apólice de seguros. E parabéns às mulheres por lutarem pelos seus direitos.

Deixe sua opinião na área de comentários mais abaixo e não esqueça e visitar nossa página principal clicando aqui. Muitas outras coisas interessantes – e muitas vezes estranhas e absurdas – estão ocorrendo neste planeta…

Deixe uma resposta