10.000 camelos serão sacrificados na Austrália, porque bebem muita água

Como resultado da Austrália literalmente estar pegando fogo, decisões difíceis estão sendo tomadas para conservar recursos preciosos. Uma dessas escolhas difíceis é sacrificar mais de 10.000 camelos, porque eles bebem muita água.

10.000 camelos serão sacrificados na Austrália, porque bebem muita água

Os camelos serão sacrificados por especialistas em armas de fogo profissionais em helicópteros; a medida visa impedir que os camelos bebam muita água no sul da Austrália, atingido pela seca. Segundo o jornal The Australian, deve começar hoje (8), seguindo uma ordem dos líderes aborígines nas terras de Anangu Pitjantjatjara Yankunytjatjara (APY).

Os moradores da região reclamam que os animais estão entrando nas comunidades e ‘causando estragos’ enquanto procuram pela água disponível, incluindo torneiras e tanques.

Ao abaterem a população de camelos, o gerente da APY Lands, Richard King, explicou que uma área será criada para proteger melhor as comunidades e crianças.

King disse:

Até a umidade que o seu ar condicionado gera os atrairá, e quando você tem quatro ou cinco animais realmente querendo água – eles são capazes de quebrar os aparelhos.

Ele informou que para remover os animais demoraria 3 anos, e eles teriam que alimentar os animais neste ínterim, o que é inviável.

Outro fator que contribui para o fatal destino dos animais é o fato de que eles emitem metano equivalente a uma tonelada de dióxido de carbono por ano. Segundo um porta-voz do Departamento de Meio Ambiente e Água da Austrália do Sul, o número crescente de animais está causando vários problemas na região.

Em suma, a operação para conter a população de camelos custará US $ 1,2 milhão e levará cinco dias. As carcaças serão deixadas para secar antes de serem queimadas ou enterradas, informa a ABC News.

Os camelos foram introduzidos na Austrália pela primeira vez vindos da Índia e do Afeganistão durante o século XIX. No entanto, devido às secas, os proprietários foram “incapazes de gerenciar a escala e o número de camelos que se reúnem em condições secas”.

Não é de surpreender que a operação tenha atraído críticas. Alguns leitores estão chocados com o fato de milhares de outros animais morrerem, após mais de um bilhão de animais perecerem nos incêndios na Austrália. De acordo com Chris Dickman, ecologista da Universidade de Sydney, “sem nenhuma dúvida”, as perdas já ultrapassaram 1 bilhão. Ele acrescentou que este era “um cálculo muito conservador”.

Alguns conservacionistas e especialistas em vida selvagem temem que os incêndios possam ter destruído espécies inteiras de animais. Pequenos marsupiais, incluindo os dunnarts e as cacatuas pretas brilhantes, podem ter desaparecido completamente nos incêndios. Aproximadamente um terço da ilha Kangaroo foi queimado no fogo, deixando um ‘terreno baldio queimado’.

(Fonte)

Uma pena. Devido à irresponsabilidade humana, o mundo animal sofre mais do que deveria.

Deixe sua opinião na área de comentários mais abaixo e não esqueça e visitar nossa página principal clicando aqui. Muitas outras coisas interessantes – e muitas vezes estranhas e absurdas – estão ocorrendo neste planeta…

Deixe uma resposta