Guerra iminente? Irã promete vingança pelo assassinato do general Soleimani

O general iraniano, Qassem Soleimani, foi morto durante um ataque dos EUA em Bagdá, na sexta-feira (3).

Guerra iminente? Irã promete vingança pelo assassinato do general Soleimani
 
Manifestantes fazem passeata sobre o ataque aéreo dos EUA no Iraque que matou o general Qassem Soleimani da Guarda Revolucionária Iraniana em Teerã, Irã, em 3 de janeiro de 2020. O Irã prometeu ‘retaliação severa’ ao ataque aéreo dos EUA perto do aeroporto de Bagdá que matou o principal general de Teerã e o arquiteto de suas intervenções no Oriente Médio. As tensões aumentaram após o incidente. Vahid Salemi / AP

As autoridades iranianas alertaram para uma ‘vingança vigorosa’ depois que o general Qassem Soleimani, chefe da Força Quds da Guarda Revolucionária Islâmica do Irã (IRGC), foi morto em um ataque dos EUA no Aeroporto Internacional de Bagdá na sexta-feira (3) e rapidamente nomearam um substituto.

O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, descreveu o general Soleimani como a face internacional da resistência”” e anunciou três dias de luto público no Irã por seu assassinato…

A Força Quds de elite do Irã, liderada pelo general Qassem Soleimani, vêm realizando operações não convencionais e extraterritoriais do IRGC no exterior. Soleimani havia estado dirigindo as operações do Irã no Iraque e na Síria há vários anos.

Khamenei nomeou o brigadeiro-general Esmail Ghaani, o vice-comandante anterior da força Quds, como substituto de Soleimani.

A Casa Branca disse que o ataque foi lançado por ordem direta do presidente Donald Trump.

Foi informado:

Sob a direção do presidente, os militares dos EUA tomaram medidas defensivas decisivas para proteger o pessoal dos EUA no exterior, matando Qasem Soleimani, chefe da Guarda Revolucionária Iraniana Corps-Quds, uma organização terrorista estrangeira…

O general Soleimani estava desenvolvendo ativamente planos para atacar diplomatas e militares americanos no Iraque e em toda a região.

Em uma mensagem no Twitter, o ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif, descreveu Soleimani como “A força mais eficaz contra o Daesh (ISIS – Estado Islâmico), Al Nusrah, Al Qaeda e outros” e disse que “os EUA são responsáveis ​​por todas as consequências de seus atos aventureiros irresponsáveis”.

O presidente do Irã, Hassan Rouhani, também denunciou o ataque dos EUA a Soleimani, dizendo que “a grande nação do Irã se vingará por esse crime hediondo”.

De acordo com a Fars News, em seu sermão durante a oração de sexta-feira em Teerã, o aiatolá Ahmad Khatami disse:

Os americanos não terão mais paz em nenhum lugar do mundo…

Além de Soleimani, o ataque aos EUA também matou Abu Mahdi al-Muhandis, vice-comandante das milícias apoiadas pelo Irã, conhecidas como Forças de Mobilização Popular, ou al Hashd al Shabi…

No Iraque, o primeiro-ministro Adil Abdul-Mahdi denunciou o assassinato e alertou para consequências destrutivas. Ele criticou o ataque dos EUA como um ato de “agressão” que pode desencadear “uma guerra devastadora”, segundo a Iranian Press TV.

(Fonte)

São os macacos beligerantes humanos (tanto de um lado quanto de outro) fazendo aquilo que sabem melhor fazer. Uma lástima. Esperemos que esta situação não se converta em algo muito pior.

Deixe sua opinião na área de comentários mais abaixo e não esqueça e visitar nossa página principal clicando aqui. Muitas outras coisas interessantes – e muitas vezes estranhas e absurdas – estão ocorrendo neste planeta…

5 COMENTÁRIOS

  1. Esse povo não sossega mesmo.
    Li, não lembro onde, que alguém previu que a Terceira Guerra Mundial seria desencadeada pelo assassinato de alguém importante de algum país, assim como ocorre na Primeira Guerra Mundial.
    Espero que essa pessoa esteja errada, ou, no mínimo, que não seja agora. 🙁

  2. O dito cujo deve muito, era caçado sem dó.
    Foi fazer o que lá no Iraque??
    Onde vc vai, alguém sabe, logo ele, era 1 tipo CHE lá dos iranianos, pagou por seus crimes…
    …lá nos EUA a coisa funciona , vc deve , vc paga.
    Menos dia, mais dia.

Deixe uma resposta