Mulher teve premonição que seu voo iria cair no Irã, diz marido

Vinte minutos antes do voo decolar da capital iraniana, Sheyda Shadkhoo ligou a bordo do avião para o marido. Ela queria que ele a assegurasse que tudo ficaria bem, ele disse.

Mulher teve premonição que seu voo iria cair no Irã, diz marido
Hassan Shadkhoo mostra uma foto de sua esposa, Sheyda Shadkhoo. Estavam casados há 10 anos.

Ela tirou três semanas de seu emprego em Toronto para visitar sua mãe e irmãs em Teerã. Suas férias terminaram e ela estava voltando para seu marido no Canadá, Hassan Shadkhoo. Seu voo estava saindo de Teerã para a capital ucraniana de Kiev na quarta-feira.

“Falei com ela … 20 minutos antes do avião decolar”, disse o marido na noite de quarta-feira em Toronto. Ela estava preocupada com as tensões entre Teerã e os Estados Unidos depois que o presidente Donald Trump ordenou a morte de um importante general iraniano na semana passada. “Ela queria que eu garantisse a ela que não haveria guerra. Eu disse a ela para não se preocupar. Nada vai acontecer”, disse o marido à CBC. “Ela disse: ‘OK. Eles estão me dizendo para desligar meu telefone. Adeus.’ Foi isso.”

Mulher teve premonição que seu voo iria cair no Irã, diz marido
 
Os corpos das vítimas do acidente de avião ucraniano são coletados pela equipe de resgate no local do acidente em Shahedshahr, sudoeste da capital Teerã, Irã, quarta-feira, 8 de janeiro de 2020. O avião de passageiros ucraniano com 176 pessoas caiu na quarta-feira, Apenas alguns minutos depois de decolar do aeroporto principal da capital iraniana, transformando as terras agrícolas nos arredores de Teerã em campos de destroços em chamas, matando todos a bordo. (Foto AP / Ebrahim Noroozi)

Uma equipe de resgate recolhe corpos das vítimas do acidente do avião ucraniano a sudoeste da capital Teerã, no Irã. O voo da Ukraine International Airlines, com destino a Kiev, nunca chegou ao seu destino. O acidente ocorreu em Teerã, minutos após a decolagem, matando todas as 176 pessoas a bordo, incluindo Sheyda Shadkhoo e 62 outros canadenses. Ela postou uma selfie no Instagram expressando seus medos antes de deixar o Irã.

“Ela sabia. Olhe para o rosto dela, olhe para o poema que ela escreveu”, disse o marido enquanto segurava o telefone para mostrar a foto que ela postou. Então ele leu as palavras que ela escreveu, sua voz falhando:

Estou indo embora, mas … o que está atrás de mim me preocupa.

Atrás de mim, atrás de mim.

Estou com medo pelas pessoas atrás de mim.

Hassan Shadkhoo disse que está arrasado e não pode imaginar a vida sem a esposa de 10 anos. Ele estava a caminho de ver os parentes de sua esposa em Teerã na quarta-feira à noite.

“Ela era um anjo”, disse ele à CBC. “… eu gostaria de não existir agora.”

Há relatos conflitantes sobre o que causou a queda, e autoridades iranianas e ucranianas disseram que não vão especular. O acidente ocorreu horas depois que o Irã disparou vários mísseis contra duas bases iraquianas que abrigavam tropas americanas, em retaliação pelo assassinato do general, provocando perguntas sobre o momento do incidente.

(Fonte)

Uma infelicidade no meio de um conflito complexo. O que pode ter causado a queda da aeronave ainda é indeterminado.

Deixe sua opinião na área de comentários mais abaixo e não esqueça e visitar nossa página principal clicando aqui. Muitas outras coisas interessantes – e muitas vezes estranhas e absurdas – estão ocorrendo neste planeta…

2 COMENTÁRIOS

  1. Eu não tenho dúvida alguma disso. Por isso que o Irã não quer entregar a “caixa preta” da aeronave.

Deixe uma resposta