Nepal faz primeira prisão por morte em “cabana menstrual chhaupadi”

Siga-nos nas redes sociais!

O costume permanece predominante no oeste remoto do Nepal, onde algumas comunidades temem o infortúnio, como um desastre natural.

Nepal faz primeira prisão por morte em "cabana menstrual chhaupadi"
Mulher no Nepal que observa o tabu chhaupadi é banida para cabanas de barro ou pedra, algumas delas não maiores que armários (EPA)

O cunhado de uma mulher que morreu após ser banida para uma ‘cabana menstrual’ no Nepal foi preso.

Parbati Buda Rawat, 21, foi encontrada em 2 de dezembro passado (2019), depois de acender um fogo para se aquecer em uma “cabana menstrual” de barro e pedra, e sufocar, no distrito de Achhan, no oeste do país.

Teme-se que ela seja a vítima mais recente do costume centenário de ‘chhaupadi’ que foi proibido em 2005. Esta é a primeira prisão do país por causa do costume.

O chefe do distrito de Achham, Bhoj Raj Shrestha, disse:

Esta é a primeira vez que prendemos qualquer pessoa relacionada a uma morte sob o costume de chhaupadi.

O costume continua prevalecendo no oeste remoto do Nepal, onde algumas comunidades temem o infortúnio, como um desastre natural, a menos que mulheres e meninas menstruadas – vistas como impuras – sejam enviadas para galpões ou cabanas de animais.

O policial Janak Shahi disse que Chhatra Rawat, 25, cunhado da mulher morta, foi preso na capital do distrito, Mangalsen.

Ele será questionado se ele foi o responsável por enviá-la para a cabana ilegal.

(Fonte)

Em pleno século XXI, humanos continuam com costumes absurdos e muitas vezes mortais.

Deixe sua opinião na área de comentários mais abaixo e não esqueça e visitar nossa página principal clicando aqui. Muitas outras coisas interessantes – e muitas vezes estranhas e absurdas – estão ocorrendo neste planeta…

Siga-nos nas redes sociais!

Deixe uma resposta