Cientistas descobrem porque o estresse deixa os cabelos brancos

Compartilhe a notícia com o planeta!

Cientistas dizem que podem ter descoberto porque o estresse deixa os cabelos brancos, e também uma maneira potencial de impedir que isso aconteça.

Cientistas descobrem porque o estresse deixa os cabelos brancos

Em experimentos com camundongos, as células-tronco que controlam a cor da pele e do cabelo foram danificadas após estresse intenso.

In a chance finding, dark-furred mice turned completely white within weeks.

Em uma descoberta casual, os camundongos de pelo escuro ficaram completamente brancos em semanas.

Pesquisadores norte-americanos e brasileiros disseram que vale a pena explorar mais essa avenida para desenvolver um medicamento que evite a perda de cor do cabelo pelo envelhecimento.

Homens e mulheres podem ficar grisalhos a qualquer momento, a partir dos 30 anos, com o momento da mudança na cor dos cabelos dos pais dando a maioria das pistas sobre quando isso ocorrerá.

Embora se deva principalmente ao processo e genes naturais do envelhecimento, o estresse também pode desempenhar um forte papel.

Mas os cientistas não foram claros exatamente em como o estresse afetava os cabelos de nossas cabeças.

Os pesquisadores responsáveis ​​pelo estudo, publicado na revista Nature, das Universidades de São Paulo e Harvard, acreditavam que os efeitos estavam ligados às células-tronco de melanócitos, que produzem melanina e são responsáveis ​​pela cor dos cabelos e da pele.

E enquanto realizavam experimentos com camundongos, eles encontraram evidências de que esse era o caso.

A Professora Ya-Cieh Hsu, autor da pesquisa da Universidade de Harvard, disse:

Agora sabemos com certeza que o estresse é responsável por essa alteração específica na pele e no cabelo, e como funciona.

O dano é permanente

A dor nos camundongos desencadeou a liberação de adrenalina e cortisol, fazendo seus corações baterem mais rápido e a pressão arterial subir, afetando o sistema nervoso e causando estresse agudo.

Esse processo acelerou o esgotamento das células-tronco que produziam melanina nos folículos capilares.

A Professora Hsu disse:

Eu esperava que o estresse fosse ruim para o corpo, mas o impacto negativo do estresse que descobrimos estava além do que eu imaginava.

Após apenas alguns dias, todas as células-tronco regeneradoras de pigmentos foram perdidas. Depois que elas desaparecem, você não pode mais regenerar o pigmento – o dano é permanente.

Cientistas descobrem porque o estresse deixa os cabelos brancos
O mouse antes da dor ter sido induzida (em cima) e algum tempo depois (imagem em baixo)

Em outro experimento, os pesquisadores descobriram que poderiam bloquear as alterações, dando aos camundongos um anti-hipertensivo, que trata a pressão alta.

E comparando os genes de camundongos com dor com outros camundongos, eles puderam identificar a proteína envolvida em causar danos às células-tronco causadas pelo estresse.

Quando essa proteína – quinase dependente de ciclina (CDK) – foi suprimida, o tratamento também impediu uma alteração na cor de seu pelo.

Isso deixa a porta aberta para os cientistas ajudarem a retardar o aparecimento de cabelos grisalhos, estudando CDK com um medicamento.

A Professora Hsu disse à BBC:

Essas descobertas não são uma cura ou tratamento para cabelos grisalhos.

Nossa descoberta, feita em camundongos, é apenas o começo de uma longa jornada para encontrar uma intervenção para as pessoas. Ela também nos dá uma ieia de como o estresse pode afetar muitas outras partes do corpo

(Fonte)

Infelizmente os camundongos tiveram que sofrer para termos uma chance de encontrar uma solução para cabelos brancos ou grisalhos.😒

Deixe sua opinião na área de comentários mais abaixo e não esqueça e visitar nossa página principal clicando aqui. Muitas outras coisas interessantes – e muitas vezes estranhas e absurdas – estão ocorrendo neste planeta…


Compartilhe a notícia com o planeta!

Deixe uma resposta